Menu

Quando o público está errado, a Formula 1 perde

Nesse final de semana tivemos uma polêmica no GP de Cingapura de Formula 1 entre Vettel, Verstappen e Raikkonen. Horas depois, outro esporte totalmente diferente também teve outra polêmica. O gol de mão do Jô no jogo entre Corinthians e Vasco pela 28ª rodada com Campeonato Brasileiro de Futebol.

Em ambas as polêmicas, uma situação em comum. A decisão de quem julga tais lances foi diferente da opinião da maioria do público. Isso gerou uma grande injustiça percebida por quem admira o esporte.

E tal fato nos levou a uma pequena reflexão. Como pode uma modalidade esportiva existir com a maioria de seu público não estar correto em algo sobre essa modalidade? Algo está muito errado, tanto na Formula 1 quanto no Futebol.

Em outras palavras, quem mantém a organização nessa modalidade (seja a FIA na Formula 1 ou a FIFA no Futebol), a cada decisão que vai contra a opinião da maioria, está afirmando nas entrelinhas que ninguém entende daquele esporte a não ser eles mesmos.

Tudo bem que no caso da largada do GP de Cingapura desse ano o lance é questionável. Mas os comissários têm acesso às telemetrias e câmeras para ter o melhor julgamento. De qualquer forma, ficou claro para a maioria que o incidente foi ocasionado por uma manobra exagerada do Vettel. Raikkonen e Max Verstappen tem culpa no lance também? Se tiverem, que paguem suas respectivas punições por isso.

 

Incidente de Corrida?

Essa história de “incidente de corrida” é assinatura negligente dos comissários, pressionados por uma conjuntura política e financeira que vai muito além do que o público consegue imaginar. Incidente de corrida não existe. Um incidente no qual 4 pilotos abandonam a prova nos primeiros metros está longe de ser um lance normal, um “incidente de corrida” como taxado pelos comissários da FIA.

Batidas existem como existem faltas. Elas estarem previstas no regulamento não significa que elas são aceitas como normal. Ninguém entra em um carro de corrida com a intenção de bater no adversário ou em campo somente para fazer faltas no adversário. Pelo menos não deveria.

É preciso que tanto a FIA como a FIFA comecem a ouvir mais o grande público. A impopularidade por decisões injustas é fatal ao esporte. O povo quer ver quem é o melhor, não quem é o mais esperto ou mais político. Como se dizia, que vença o melhor!

 

Em tempo…

Duas semanas atrás tivemos a Etapa de Londrina da Stock Car e um lance parecido na largada da 2ª Bateria. Lá, Thiago Camilo foi severamente punido com a perda de todas as posições no grid de largada na próxima etapa em Buenos Aires. Punição essa muito mais exemplar do que efetiva, pois com o desempenho da Equipe Mattheis e a performance do Thiago, ele tem grandes chances de terminar no Top 10 na 1ª Bateria argentina e sair bem posicionado na bateria final.

Andrei Fonseca
Idealizar do 3WideClub.com, Coordenador de e-Sports focado em Automobilismo Virtual, assina a Simracer House semanalmente no FlatOut.com.br, analista de Marketing em Curitiba, entusiasta do automobilismo, sempre em busca de novos limites.

Comentários

Login

LiveTiming

Senha: 3wclub

TeamSpeak